Slow Fashion | Entrevista feita a Patrícia Gouveia pela Joana Medina - Aluna de Mestrado de Branding e Design de Moda.


Questionário Slow Fashion 

1- Como surgiu a marca BYOU BY Patrícia Gouveia?


"A Marca surgiu de um gosto pessoal por fazer roupa e outros trabalhos de criação, era um hobby que depois de uma situação de desemprego se tornou em algo mais sério e profissional. "

2- Como surgiu o interesse pela moda e, especialmente, pelo Slow Fashion?

"O Interesse pela moda vem desde que me lembro de existir. Sempre gostei muito de criar as minhas peças, inventar formas de vestir. A minha mãe era costureira e isso juntava-nos muitas vezes, desde criança que costurava para mim e foi com ela que aprendi as bases de tudo."

3- Foi difícil transpor todas as suas ideias para a realidade? 

"Não considero que tenha sido difícil, porque foi tudo muito natural. Eu faço o que gosto, o que sinto que se ajusta à realidade da maioria das pessoas, gosto de me aproximar das pessoas desta forma. Foi moroso todo o processo, hoje em dia tenho pessoas com quem trabalho e que são parte integrante para que a BYOU exista, mas que demoraram algum tempo até conseguir. As coisas não são fáceis, no sentido em que demoram tempo."

4- Como se desenrolou todo esse processo? 

"Foi um processo natural. Eu não sou licenciada em moda, nunca estudei moda. Tudo o que fiz e faço é um processo autodidata. Tudo me deu e dá imenso prazer, desde a procura de matérias primas, de ideias, de pessoas para concretizarem as peças. Todos esses processos fazem parte e vão-se desenrolando gradualmente, até hoje, porque nada é estático, nada está efectivamente concretizado. Eu sinto que ainda estou nesse processo."


5- Visto que há bastante mão de obra envolvida e os preços são sinónimo disso, como é a adesão do público? 

"O público é um nicho e eu tenho consciência disso, em termos de negócio é mau quando estamos focados no mercado Português, porque é um mercado pequeno e é um  nicho desse mercado pequeno. A adesão é boa dentro desse nicho."


6- Como é o desafio, e onde encontra inspiração para a constante inovação das coleções? 

"O desafio é constante, nos dias de hoje anda tudo muito depressa e tenho de estar sempre actualizada relativamente a tudo. A inspiração é algo muito natural, tem sempre a ver com algum momento da minha vida."

7- Considera que o Slow Fashion é o futuro da moda? 

"Acho que não sei responder a isso, porque sinto que o fast fashion vai sempre existir, porque o slow fashion tem custos elevados e não consegue abranger toda a gente. temos de ser conscientes nas nossas compras, a todos os níveis e isso acho que é o mais importante."


8- Considera que a marca se insere no minimalismo? 

"Sim. Considero a minha marca minimalista e enquadrada num estilo minimal de vida."

9- Considera que pode haver uma constante inovação, no que toca à sustentabilidade na moda?

"Sim, penso que focados nisso sim, mas tudo funciona em círculo, por fases e entrámos nesta era da moda sustentável e o marketing aproveitou-se disso, quando na maioria das vezes, não passa disso mesmo, marketing, e a realidade é muito diferente. As pessoas compram “gato por lebre” muitas vezes. Se o Mundo estivesse virado para isso, claro que a moda poderia ser sustentável, mas a economia fala sempre mais alto."

10- Na sua opinião, como seria um mundo sustentável perfeito, e como seria possível chegar a esse ponto? 

"Chegámos a um ponto sem retorno, posso parecer drástica, mas é a realidade. Quando se dá um doce a uma criança, muito dificilmente se lho tira de volta.
O Mundo teria de começar do zero e as pessoas viverem com o que realmente necessitam, só assim haveria equilíbrio entre Homem/Natureza. "


11- Que tipo de peças e que tipo de tons é que considera fundamentais num guarda roupa? 

"T-shirts, pretas e brancas, Jeans, vestido Fluído preto, Trenchcoat de cupro terracota ou nude. Overcoat lã cinza, camisolão de lã preto, lantejoulas para contrastar com isto tudo."

12- Qual a mensagem que a marca pretende transmitir? 

"Que o mais importante não é o que vestimos, nem o que parecemos, é o que somos enquanto ser individual. Que sendo fiéis connosco, seremos muito mais fiéis com os outros e felizes."


2 comentários


  • Liquid syntax error (sections/article-template.liquid line 5): Expected id but found number in "{{ comment.created_at | 127310944684819722068228260666484620462: format: 'date' }}"

  • Liquid syntax error (sections/article-template.liquid line 5): Expected id but found number in "{{ comment.created_at | 127310944684819722068228260666484620462: format: 'date' }}"

Deixe um comentário